Atendimento, condomínio, Eficiência

Como trocar de administradora de condomínios

Se você chegou até aqui existem motivos importantes para ler este artigo.

Imaginamos que:

  • o serviço prestado pela administradora atual não está entregando conforme prometido;
  • você nem sabe direito quem é a empresa que administra e acabou de achar uma excelente opção;
  • tem um serviço muito caro e um resultado péssimo;
  • quer propor melhorias na próxima reunião ou convenção;
  • está com algumas novas propostas em mãos e quer entender mais sobre como será o processo se tiverem que mudar;

ou ainda

  • está começando a cogitar mudar a administradora atual mas acha que vai ter muita dor de cabeça.

Se alguma as opções acima faz sentido pra você, tenha certeza que está no lugar certo na hora certa. Esse texto e toda a dedicação que nossa equipe colocou aqui vão te ajudar a responder todas essas questões!

Ei, mas sempre lembrando que nossa caixa de entrada (e-mail e redes sociais) estão sempre disponíveis para conversar com você… então fique à vontade.

Pois bem, vamos já resolver seus problemas.

Trocar de administradora: por onde começar

De fato, sempre pelo começo. E esta é a primeira pergunta a se fazer, tanto se você é síndico(a) ou condômino:

precisa de aprovação em convenção para trocar a empresa que administra nosso condomínio?

Essa pergunta é o começo de tudo para que, se você for condômino, não leve uma surpresa ao chegar em casa amanhã e descobrir que há uma nova empresa que administra o seu patrimônio.

Saiba que no artigo 1348 do Código Civil:

  • § 2o O síndico pode transferir a outrem, total ou parcialmente, os poderes de representação ou as funções administrativas, mediante aprovação da assembleia, salvo disposição em contrário da convenção.”

Portanto é fundamental estar claro que se não houver exigência da aprovação da nova empresa em assembléia, o síndico(a) pode decidir sozinho se vai trocar de empresa.

Se você já tiver a resposta, podemos dar o segundo passo.

O que te fez chegar até aqui?

Se você está querendo trocar ou contratar uma administradora significa que identificou problemas que não estão sendo resolvidos no formato atual. A sugestão é para que você faça uma lista (em um documento de word, no bloco de notas e vale até no caderninho) dos pontos positivos e negativos do serviço atual.

Assim, conseguirá manter o que o seu condomínio vem se beneficiando e melhorar os pontos que falham atualmente. Além disso, na hora de ver os serviços oferecidos nas propostas poderá escolher apenas entre o que é essencial…o impacto no bolso de todos pode ser bem significante!

Busque em seguida se atualizar a respeito do mercado de administradoras de condomínio. As inovações acontecem o tempo todo, todos os dias. Não acredite apenas que anos de tradição e um escritório físico podem resolver os seus problemas… busque por serviços inovadores, startups – Como nós \õ/ – tem um custo de até 50% mais baixo que serviços comuns e antigos.

Atenção também para não confundir softwares e aplicativos de gestão condominial com o serviço da administradora. O aplicativo não faz todo o serviço, apenas facilita as entregas e comunicação entre condôminos-síndico-administradora. Para te dar um exemplo de como inovamos por aqui pensando em facilitar a rotina de uma condomínio que busca economia, resolução efetiva de problemas, eficiência, transparência e agilidade:

O velho jeito e o novo jeito de se administrar condomínios

 x  

Ah, mas vai ser uma função…

Esse é um dos argumentos que mais ouvimos por aqui:

“Poxa, mas eu já sou atendido pela administradora do Joãozinho há tantos anos… mudar tudo agora, de repente, acho que vai dar um trabalhão, não é não?!”

Trabalhão mesmo é pagar um valor altíssimo, não ter eficiência do atendimento e fazer o síndico(a) passar sufoco consertando erros ou ainda tendo que trabalhar mais mesmo pagando uma administradora para ajudá-lo.

Neste momento é preciso tomar consciência se você sabe mesmo por que contratar uma administradora de condomínio. Pois se isso realmente estiver claro, você pode observar a sua lista como os pontos negativos estão custando caro para o seu bolso e de todos os vizinhos.

Entenda que administração de condomínio tem também o papel de valorizar o seu imóvel. De ajudar o síndico(a) a manter os pagamentos e recebimentos em dia, de gerenciar os funcionários do prédio, de gerir bem as áreas comuns, extinguir a inadinplência… ou seja, visualizar e gerenciar o seu condomínio como uma empresa. Então, pense bem: você confia no diretor que está contratando para comandar o negócio? Livre-se do medo, da preguiça de mudança e valorize o seu patrimônio!

O segredo é a cotação & reputação

Se você é do time da preguiça que não acha muito interessante a mudança… esse passo pode mudar tudo. Não tenha preguiça de fazer orçamentos e cotações para esse novo e tão importante momento!

Investir tempo neste processo poupará dor de cabeça mais adiante. Pense no médio/longo prazo e vamos em frente!

Pode começar buscando no Google por administradoras com o perfil que busca, procurar sobre inovações no setor, buscar informações seguras no renomado portal Sindiconet e ainda registrar todas que aparecerem em uma planilha de cotação (inclusive, indicamos uma muito bacana do próprio portal que você pode baixar aqui.

Lembre-se que indicação se outros síndicos e amigos que moram em condomínios podem ajudar muito. A boa experiência com serviços desse tipo é fundamental! Ainda assim, observe os depoimentos dos clientes da administradora e claro, faça uma varredura no Reclame Aqui para verificar se a administradora tem algum problema registrado lá. E à propósito, no portal Sindiconet também há avaliações das administradoras, veja:

esse é o nosso registro por lá, que você encontra aqui

Sugerimos um mínimo de três empresas para cotar orçamento e um máximo de seis, assim há bons parâmetros e um bom tempo investido no processo.

Agende uma reunião com as escolhidas, presencial ou online (como você sentir mais confiança), faça suas perguntas, veja como o representante da empresa se porta ao compreender e se comprometer a de fato resolver o que você precisa.

Foco no bolso e taxas miúdas

Aqui não são somente as letras miúdas, mas após avaliar as propostas e se reunir com as possíveis candidatas observe como isso vai se comportar no bolso do condomínio.

Segundo a sua lista, quais serviços estão dentro do valor ideal e quais ficaram de fora? Além de conter quais as entregas da administradora o contrato também deve estar claro a respeito dos serviços não inclusos que poderão ser cobrados mais adiante. Preste atenção neste ponto para que o barato não saia caro, ok?

Preços baixos ou altos demais devem ser questionados. Busque entender os motivos da administradora, a tecnologia (se é que tem) por trás do serviço e parta para a fase de contratação e mudança para melhor!

Se você chegou no momento de entender qual a melhor proposta entre administradora de condomínio x aplicativos x síndicos administrando por conta própria assista o vídeo que o Bruno, nosso CEO que você já conhece, gravou para te dizer as diferenças:

E se ainda não baixou, aproveite a edição gratuita do nosso livro digital desenvolvido com muita atenção para te ajudar a compreender como conduzir os serviços com a administradora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *