Finanças

Como evitar inadimplência em condomínio? Veja 4 dicas essenciais!

A manutenção do prédio e os salários dos profissionais que ali trabalham dependem do pagamento em dia das taxas pelos moradores. Quando há inadimplência no condomínio a gestão acaba sendo prejudicada e afeta todo o planejamento.

Por isso, é muito importante para o síndico pensar em alternativas que garantam que esses pagamentos sejam pontuais e não gerem problemas maiores.

Neste post, apresentamos algumas dicas para evitar a inadimplência e suas consequências negativas. Confira!

1. Enviar lembretes multicanais

Hoje temos diversas opções de comunicação. Aproveite essa variedade para mandar lembretes por canais de fácil acesso. Para isso, use o Whatsapp, SMS ou e-mails para informar aos condôminos sobre a data correta de pagamento.

Vale a pena estruturar uma régua de cobrança com a automatização desses processos. Assim, a depender da proximidade da data de vencimento ou até mesmo de atraso, a cobrança passa a ser feita por diferentes canais.

Apoiar-se nos recursos de tecnologia para se aproximar dos moradores é uma excelente estratégia e ajuda muito no processo de cobrança e gestão.

2. Entender os perfis dos condôminos

Alguns condôminos estão acostumados a fazer pagamentos com as contas em papel ― para eles, a emissão de boletos impressos é o mais indicado. Outros estão familiarizados com o digital e preferem receber um código de barras para acertar seus débitos pelo Internet Banking.

Percebe como esses perfis são diferentes? Procure identificar qual deles representa os moradores do condomínio que você administra, de modo a estabelecer uma ferramenta de cobrança mais eficiente e que se encaixe no estilo de vida dessas pessoas.

Assim, a probabilidade de os pagamentos serem realizados na data se torna maior.

3. Oferecer alternativas fáceis para o pagamento

O pagamento do condomínio deve ser fácil de concluir e não mais um ponto de preocupação para o morador. Então, procure oferecer condições diferenciadas para o acerto.

Assim ele pode escolher a melhor alternativa. Uma possibilidade é ativar o débito em conta corrente, o que garante que a cobrança seja feita automaticamente na data do vencimento.

Disponibilize, também, a segunda via do boleto diretamente no site da administradora. É importante que esse boleto seja emitido pelo menos dez dias antes do vencimento.

4. Usar um bom sistema de gestão

Uma ferramenta de gestão eficiente ajuda a organizar a cobrança das taxas de condomínio, indicando os moradores que ainda não conseguiram realizar o pagamento e os que costumam fazer a quitação sempre em dia.

Assim, é possível avaliar a taxa de inadimplência e estruturar ações de cobrança mais efetivas. Inclusive, fica até mais fácil repensar algumas políticas internas que possam resolver o problema.

A Condofy é uma excelente ferramenta para isso porque permite a gestão completa da cobrança via boleto por código de barras. Assim, agiliza o pagamento digital e até mesmo o uso do cartão de crédito para as taxas. Já o morador passa a ter liberdade para fazer o acerto da maneira mais conveniente e a administração permanece organizada.

Com essas dicas para controlar a inadimplência no condomínio, a gestão se tornará eficiente e o espaço poderá contar com melhorias que valorizarão ainda mais os prédios.

O que achou dessa possibilidade? Aproveite para entrar em contato conosco e conhecer mais sobre a ferramenta da Condofy!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *