Segurança

Confira 4 dicas para melhorar a segurança em condomínios

A segurança em condomínios é uma das grandes preocupações dos moradores e um dos principais motivos para as pessoas escolherem esse tipo de imóvel. Porém, é preciso tomar medidas adequadas para garantir a proteção.

Com um fluxo intenso de pessoas, entre moradores, funcionários, prestadores de serviços e visitantes, o síndico deve procurar as soluções mais viáveis para a segurança, considerando as características específicas do empreendimento.

Você já se perguntou como fazer isso? Neste post, trouxemos 5 dicas essenciais para melhorar a segurança no seu condomínio. Confira!

1. Conte com uma equipe especializada em segurança

Avalie a possibilidade de contar com uma equipe para cuidar da segurança do condomínio ou contratar uma empresa especializada, que mandará profissionais capacitados para assumir a tarefa.

Caso isso não seja possível, ofereça treinamentos para os empregados ou prestadores de serviços que se responsabilizam pela limpeza e, principalmente, pela portaria.

Ter colaboradores que conheçam as melhores práticas de segurança é essencial para garantir a proteção do condomínio, evitar o acesso de pessoas estranhas ou outras atitudes que coloquem os moradores e o patrimônio em risco.

2. Tenha regras definidas nas normas do condomínio

As regras são fundamentais durante a gestão do condomínio, inclusive quando o assunto é segurança. Portanto, a convenção e o regimento interno devem prever normas que tenham como objetivo proteger o local. Em geral, elas abordam questões como:

  • controle de entrada e saída de pessoas;
  • cuidados ao abrir e fechar os acessos (portas, portões etc.);
  • recebimento de encomendas;
  • não entregar as chaves do condomínio para estranhos;
  • não usar “lugares secretos” para guardar as chaves;
  • práticas individuais (instalação de alarmes no apartamento, uso de trancas específicas, entre outros).

Além disso, é importante definir procedimentos de emergência para caso de sinistros. Lembre-se de que a qualidade da segurança do condomínio não está relacionada apenas à ação de bandidos, mas também a riscos como incêndios e outros acidentes.

3. Contrate um sistema de segurança eletrônica

Os sistemas de segurança contam com as mais variadas funções, que podem ser contratadas de acordo com a necessidade de cada condomínio. Portaria virtual, sistemas de alarme integrados e câmeras de segurança são opções bastante comuns porque aumentam a proteção e auxiliam na solução de eventuais problemas.

Nesse caso, é essencial avaliar as diferentes tecnologias do mercado para encontrar a que oferece o melhor custo-benefício. Em caso de dúvidas, consulte um profissional para identificar as alternativas mais adequadas, de acordo com o perfil do condomínio.

4. Conscientize os moradores sobre a importância de seguir as regras

Nem sempre é preciso ter novas despesas para melhorar a segurança em condomínios. Com regras bem definidas, aposte em práticas para conscientizar os moradores sobre a importância de respeitar o que foi estabelecido.

Faça campanhas, coloque avisos com as regras nos espaços comuns e fiscalize o cumprimento das normas. Em caso de descumprimento, é preciso conversar com o condômino e, se necessário, aplicar as penalidades previstas. Lembre-se de que a participação de todos é fundamental para que as medidas implementadas sejam efetivas.

Viu só? Seguindo as nossas dicas para aumentar a segurança em condomínios, com certeza o síndico e os moradores conseguirão garantir um ambiente que proteja todos.

Gostou do conteúdo? Para acompanhar outras dicas sobre condomínios, siga as nossas páginas nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *