Atendimento

4 indícios de que você está desperdiçando tempo na gestão de condomínio

4 indícios de que você está desperdiçando tempo na gestão de condomínio

A gestão de condomínio precisa de atenção, cautela e dedicação por parte dos profissionais envolvidos. Essa administração envolve diversas atividades importantíssimas: organização financeira, gerenciamento de funcionários, comunicação com condôminos, zelo pelo bem-estar dos moradores, entre tantas outras.

Por isso, é importante ressaltarmos o papel exercido pelo síndico e, consequentemente, a necessidade de uma boa gestão para que processos relacionados à administração do condomínio sejam eficazes.

Continue a leitura e saiba quatro dos principais erros que ocasionam mais gastos de tempo para o gestor do condomínio!

1. Ser desorganizado com as contas

A desorganização financeira é um dos piores erros na gestão de condomínio. A gestão financeira precisa ser realizada de maneira correta, observando todos os detalhes envolvidos: datas de pagamentos, vencimentos, entradas, gastos e outros processos.

Além de se manter organizado, a transparência de contas é imprescindível. Sempre que algum morador solicitar prestação de contas, é primordial ter tudo registrado e pronto para ser apresentado.

Portanto, uma boa gestão das finanças favorece o desenvolvimento de processos administrativos mais eficientes e, como consequência, o síndico consegue gerenciar melhor seu tempo na realização de suas atividades.

2. Deixar de definir prazos

É necessário que tudo ocorra no tempo certo! Quando o gestor não define os prazos em que as atividades precisam acontecer, não há previsibilidade de suas entregas. Além disso, ele pode gastar mais tempo do que o necessário com uma ação que poderia ser mais ágil e, até mesmo, automatizada.

Nesse sentido, deve-se determinar um tempo para começar e, principalmente, para terminar as atividades estabelecidas. Dessa forma, é preciso definir um prazo final. Nenhuma obra, por exemplo, deve gastar mais tempo do que o previsto, já que prejudica o tempo do gestor e a vida dos moradores.

3. Fazer muitas coisas ao mesmo tempo

Realizar muitas atividades simultaneamente é um indício de que o gestor não está priorizando processos que são importantes no momento. Fazer muitas atividades ao mesmo tempo parece sinônimo de produtividade, mas é preciso manter o foco e concentrar em uma coisa de cada vez.

Realizar várias tarefas na mesma hora pode prejudicar o andamento de outras que são mais relevantes para os moradores. Além disso, corre-se o risco de retrabalho por mera falta de atenção em alguns detalhes, gastando mais tempo em atividades que demandariam menos tempo.

4. Evitar investimentos tecnológicos

A falta de investimento em tecnologia é um dos indícios de que o síndico está gastando mais tempo nas atividades do que deveria. É de extrema importância a utilização de tecnologia nos condomínios, principalmente em sua gestão.

O condomínio pode contar, por exemplo, com câmeras de segurança para monitorar a circulação de pessoas, assim como com o interfone virtual, que proporciona facilidade na relação do síndico com os demais moradores. Além de garantia mais segurança, ao usar essas tecnologias, o bem-estar de todos está sendo colocado como prioridade pela administração condominial.

O uso de tecnologias também é fundamental na administração do condomínio ao automatizar processos gerenciais. A tecnologia ajuda a diminuir o tempo com atividades rotineiras, elimina burocracias e a reúne em uma única plataforma diversos processos. Alguns aplicativos possibilitam gerir condomínios de modo unificado e digital, por meio de ações eficientes, transparentes e com redução de custos.

Um bom exemplo é a Condofy, uma Administradora Digital que, além de tudo o que foi citado anteriormente, reinventou o modelo de gestão de condomínio ao não usar papel em seus processos e proporcionou soluções tecnológicas modernas para seus usuários: boletos digitais, gestão completa da folha de pagamento, suporte jurídico, entre muitos outros serviços.

Sendo assim, a gestão de condomínio precisa estabelecer uma rotina de realização de suas atividades, com definição de horários para ações a serem feitas e programar os passos seguintes da administração. Vale frisar que, com a ajuda da tecnologia, o administrador ganha mais tempo nos processos e tem sua rotina facilitada.

O nosso artigo foi esclarecedor e gostaria de ter mais informações a respeito da gestão de condomínio? Estamos aqui para ajudar: entre em contato conosco. Será um prazer atender você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *