condomínio, Eficiência, Finanças, Gestão

Carros e condomínios. O que eles tem em comum?

Ter um carro pode ser sinônimo de independência, realização e perda de dinheiro. Você não leu errado. Perder dinheiro é sem dúvida o que acontece no primeiro instante ao adquirir o idealizado “possante”. Difícil de acreditar? Vamos a matemática:

Considerando que você adquiriu um carro no valor de R$ 50 mil reais, por exemplo um Polo 2019. Já no primeiro ano do veículo, mesmo sem gastar com manutenção, ele já tira alguns milhares do seu bolso.

Para começo de conversa, ao sair da concessionária a desvalorização é imediata. Acelerou, desvalorizou. Com muito otimismo o carro chega a desvalorizar 10% no primeiro ano. 

Depois de adquirir o veículo ou até mesmo no ato da compra, você abre o bolso e formaliza mais uma conta: o seguro. Podemos adicionar mais R$ 2.500 com muito choro. 

Logicamente a documentação precisa estar em dia e para isso podemos adicionar no mínimo mais R$ 1.900 de IPVA.

Só nesta brincadeira, contando desvalorização + seguro + IPVA, você já desembolsou R$ 9.400. Claro, que este valor é apenas para ver o carro brilhando na garagem, para fazer o veículo andar a conta já muda de tamanho.

Sem contar a gasolina que oscila no preço de forma desproporcional e os juros das parcelas do possível financiamento do seu carro, você já desembolsou mais do que gastaria utilizando Uber ou táxi.

Mesmo racionalmente não parecendo inteligente adquirir um carro, em 2018mais de 2 milhões de carros foram vendidos e o motivo apenas a emoção pode explicar: a Paixão.

A paixão por dirigir, escutar o ronco do motor, ver a lataria brilhando e andar nas ruas exibindo o possante faz a venda de carros continuar subindo.

E o que isto tem a ver com Administração de condomínios?

Com a transformação digital sendo inserida em diversos segmentos como bancos, cartórios, mercados… A forma de trabalhar, comprar e realizar serviços vem mudando, abrindo espaço para processos mais rápidos, eficientes e transparentes

Mas, por que esta tecnologia que pode poupar tempo e dinheiro nos condomínios do Brasil ainda não se inseriu a realidade de todos os condôminos? A resposta é simples e pode ser vista nos condutores que pagam e perdem dinheiro para poder passear com o seu próprio carro: A paixão.

A paixão por rotina, métodos e a linha de raciocínio já construída faz com que muitas vezes os síndicos gastem mais tempo e dinheiro com serviços que poderiam ser substituídos de forma prática e rápida.

Para não se deixar levar pela emoção, conheça a Condofy e veja que a paixão pode ser racional e trazer diversos benefícios no seu bolso e na sua vida. Economize tempo, dinheiro, ganhe autonomia e transparência em todos os processos, fazendo a diferença na gestão e na vida dos condôminos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *